15 de abr de 2009

71.4 - Dia 1

Assim aponta a balança no primeiro dia de tratamento de acupuntura para emagrecer. Sim, 71,4kg é o meu peso, e até 11 de maio cumpro um pacote de 19 sessões, algumas das quais pontuadas com outras técnicas para além das agulhadas, como massagem e ventosas.

Não faço idéia se há algum objetivo fixado sobre quantos quilos perderei, até porque não entendo a chinesa que me atende. Uma pena. Devo estar perdendo além de gordura, informações valiosas sobre a Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Cobaia surda e muda, ainda que não cega. É engraçado ver minha barriga toda espetada.

Apesar de toda a ignorância, vou tentar ao longo destes dias descrever o que está acontecendo comigo. Antes de optar pela técnica, a primeira coisa que houve foi vergonha ao me olhar no espelho, isso nas férias no Brasil. Tive vergonha ao experimentar biquínis (e eu estava sozinha no provador) e só fui relax pra praia porque pensei: fod*-se!. Mas não estava contente. Nem vou contar que pra (pigarro) pegar gatinhos, de luz apagada era mais confortável.

De volta à China, decidi que embarcaria num regime, mas fora decisões pontuais, como ir à natação e cortar pão e frios no café da manhã, não tinha feito nada substancial. Bueno, tinha diminuído a ingestão de cerveja - uma tortura pra mim, acreditem. O resultado, calculo bem meia boca, foi a perda de algo entre dois e três quilos. E aí, um amigo veio dizer que estava fazendo o tratamento com acupuntura. Por que não? Na China, como os chineses.

Pelas 19 sessões eu vou pagar ¥ 990, ou pouco mais de R$ 320. Segundo minha agenda, na primeira semana recebo acupuntura todos os dias, depois os intervalos serão de dois dias e, finalmente, de quatro dias.

No domingo, ou quinto dia de sessão, será a vez de encarar o baguan (拔罐, ou 拔火罐 para bahuoguan), que são as ventosas. Na quinta, terei uma sessão de massagem redutora, que em chines seria 按摩消脂, ou anmo xiaozhi. O baguan ainda ocorrerá por outras três vezes, enquanto a massagem, só mais uma.

Desejem-me sorte.

Um comentário:

  1. Olá Jana Jan, achei seu blog, tentando contato com brasileiros na china, no google. Sou gaúcha e moro desde fevereiro, com meu marido e meu filho, na cidade de Jinan, província de Schandong.Tenho 24 anos.Não tive contato nenhum com brasileiros desde que cheguei aqui. Não falo mandarim, e estou bem perdida nesta cidade. Gostaria que entrasse em contato comigo para ter dicas sobre este país.Obrigada.

    ResponderExcluir