14 de abr de 2009

Eu não me lembro do seu nome

Preciso tanto descobrir

Ficar com um cara sem saber sequer o nome da criatura é tão ruim assim? Também não ter ideia sobre a idade deporia muito contra a sua reputação?

Pelo menos tou sabendo que ele é de Nova York, de férias na China, estudante de matemática e achou divertidíssimo a história dos cartões vermelho e verde nas churrascarias de São Paulo, quando lá esteve a trabalho ou de férias, não lembro, que indicam que o cliente está satisfeito. Ou não. Aliás, o mocinho disse que adorou a carne brasileira.

Obrigada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário