29 de abr de 2009

Contando com isso

Hoje recebi a segunda cantada chinesa, a segunda na mesma linha.

- Espero que você fique na China e aprenda chinês pra gente poder conversar melhor.

Frase dum chinês que fala russo, em chinês, para um colega chinês que fala espanhol, que traduziu para mim, que sou brasileira e falo portunhol.

- Ah, pois é. Fico na China pelo menos mais um ano, mas chinês é super difícil de falar - respondi eu.

- Mas eu posso te ensinar - disse o chinês que também fala russo.

- Ah, obrigada - e fiquei meio sem graça.

Eu acho o chinarussinho um tudo nesta vida.

**

A primeira cantada foi num botecão chinês com o qual supersimpatizo. Músicos e amigos tocavam alegremente canções chinesas quando alguns convidaram pra gente sentar com eles, partilhar a cerveja. Beleza.

No meu mandarim macarrônico, a coisa ia num flui não flui, quando um deles falou:

- Olha, se tu falasse mandarim, poderia achar logo logo um namorado chinês, tipo eu.

TUDO.
Tou perdendo, por baixo, uns 700 milhões de possíveis pretendentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário